Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Brasil completa 31 dias de aumento na média de mortes por Covid

Brasil completa 31 dias de aumento na média de mortes por Covid
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Brasil completou, nesta quarta-feira (21), 31 dias consecutivos com crescimento na média móvel de mortes por Covid, em relação ao dado de duas semanas antes. Foram registrados, nesta quarta, 197 óbitos pela doença e 44.415 casos.

O crescimento é considerado como uma variação de superior a 15%, sempre em relação à média de duas semanas antes.
A média móvel de mortes chegou a 139 por dia, um crescimento de 31% em relação ao dado de duas semanas atrás. Na terça, a média alcançou o maior valor (148) desde o dia 25 de agosto deste ano.

A média de casos também está em crescimento –há 41 dias seguidos– e agora é de 39.365, aumento de 22% em relação ao dado de duas semanas antes.

Com os dados desta quarta, o país chegou a 692.407 vidas perdidas e a 36.037.035 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Os dados do Rio de Janeiro mais uma vez não foram divulgados. O portal do estado continua fora do ar. A Folha questionou o estado sobre a situação do portal com os dados da pandemia, mas ainda não houve retorno.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Ao todo, 182.402.685 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil.

Somadas as doses únicas da vacina da Janssen, são 172.434.412 pessoas com as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen.

Assim, o país já tem 84,91% da população com a 1ª dose e 80,27% dos brasileiros com as duas doses ou uma dose da vacina da Janssen.

Até o momento, 107.185.408 pessoas já tomaram a terceira dose, e 38.941.640, a quarta.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (PL), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/rss/mundo
Artigo extraído do site Notícias Ao Minuto

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE