Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Ex-prefeita de Sinop tem contas bloqueadas e acusa Ministro de ‘retaliação’

Ex-prefeita de Sinop tem contas bloqueadas e acusa Ministro de ‘retaliação’
Foto: Só Notícias
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

A ex-prefeita de Sinop e suplente de senadora Rosana Martinelli (PL) confirmou, hoje, que teve suas contas bancárias bloqueadas por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, por participar de manifestos que questionaram o resultado das eleições presidenciais. Rosana esteve nos protestos em Sinop, logo após o segundo turno, quando começaram a ser bloqueadas a BR-163 e demais rodovias em cidades da região.

“Eu participei e continuo participando das manifestações que têm sido pacíficas e ordeiras a favor do nosso presidente Bolsonaro porque acredito e defendo a nossa população. Defendo a liberdade de expressão e, principalmente, nossa liberdade de imprensa”, declarou Rosana. “Estou sofrendo retaliação por ter sido prefeita, por ser uma política e, principalmente, por ser mulher. Mas, eu acredito no Brasil, acredito em Deus, Pátria, família e na nossa liberdade”, acrescentou, em vídeo.

A ex-prefeita afirmou, ao Só Notícias, que não financiou “ninguém para participar de manifestos” e que participou de “manifestações pacíficas”.

Rosana foi diplomada, esta semana, em Cuiabá, juntamente com demais eleitos em outubro, suplente de senadora juntamente com o senador eleito Wellington Fagundes (PL).

Semana passada, a Polícia Federal cumpriu 81 mandados de buscas e apreensões em vários Estados a aliados do presidente Bolsonaro que participaram de manifestações questionando resultado da eleição. Em Mato Grosso haviam sido expedidos 20. Em Sinop, foram três mandados e não foram divulgados nomes dos investigados.

Fonte: Só Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE