Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Novo tremor de terra atinge Sete Lagoas

Novo tremor de terra atinge Sete Lagoas
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Um novo tremor de terra foi sentido nesta madrugada (28) pela população de diferentes bairros de Sete Lagoas, cidade situada na região central de Minas Gerais. Embora outros abalos sísmicos já tenham eventualmente ocorrido ali, não é possível prevê-los. Relatos nas redes sociais registram o susto dos moradores. 

“Gente, e esse tremor em Sete Lagoas? Até a cama tremeu”, escreveu Alexânia Brito, em postagem publicada à 0h51. Alguns relatos indicam que o abalo foi acompanhado de um estrondo. Imagens captadas por câmeras de segurança documentando o barulho também circulam na internet. “Tremeu tudo aqui em Sete Lagoas”, postou Adriano Agostinho.

Segundo a equipe de pesquisadores do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), o abalo ocorreu à 0h42 e alcançou magnitude de 2,8 graus na escala Richter.

O epicentro do sismo foi localizado no bairro Ouro Branco. Somente neste ano, houve outros 11 eventos sísmicos em Sete Lagoas. A intensidade variou entre 1,9 e 3 graus na escala Richter. Em agosto, os pesquisadores estiveram na cidade para instalar sismógrafos, aprimorando o monitoramento da região.

O Observatório Sismológico da UnB mapeia eventos sísmicos em todo o país. A primeira vez que os pesquisadores observaram um tremor em Sete Lagoas foi em 2016. Na época, o geofísico George Sand França explicou à Agência Brasil que o impacto é mais psicológico.

“As pessoas podem se assustar, sentir pânico, mas o risco é mínimo. A magnitude desse tremor não causa problemas graves nos imóveis e no máximo pode causar rachaduras em edificações com estrutura muito fraca”, disse ele, acrescentando ser pequena a possibilidade de ocorrer um abalo de maior intensidade na região.

O Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) também captou o evento. Na medição dos pesquisadores, o tremor teve magnitude de 2,9 graus na escala Richter. Nas redes sociais, eles tranquilizam os moradores.

“Sismos como esses não são raros no Brasil e ocorrem quase todas as semanas em alguma parte de nosso país. Apesar do susto e desconforto temporário que possam causar às pessoas, dificilmente eles têm energia para trazer algum dano às construções. Não é possível dizer se novos eventos vão ocorrer, mas seguiremos com o monitoramento”, afirma postagem no perfil oficial do grupo.

A Defesa Civil de Sete Lagoas informou que não foi registrada, até o momento, nenhuma ocorrência de danos materiais ou humanos em decorrência do tremor. Segundo nota divulgada pelo órgão, equipes estão nos bairros acompanhando a situação junto aos moradores.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/rss/mundo
Artigo extraído do site Notícias Ao Minuto

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE