Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Benjamin Mendy, do Manchester City, é inocentado de seis acusações de estupro

Benjamin Mendy, do Manchester City, é inocentado de seis acusações de estupro
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

O jogador francês Benjamin Mendy, do Manchester City, foi inocentado nesta sexta-feira de seis acusações de estupro e uma agressão sexual pelo júri popular no Reino Unido. Afastado dos gramados há mais de um ano, ele ainda será julgado novamente em junho, por duas denúncias que não tiveram um veredicto.

Acusado de sete crimes sexuais, entre tentativa de estupro e assédio sexual, o lateral-esquerdo de 28 anos estava em julgamento no tribunal de Chester, norte da Inglaterra, desde o início de agosto. Uma das possibilidades de pena ao atleta era de prisão perpétua. O júri popular, composto por sete homens e quatro mulheres, foi dispensado na última sexta-feira, após deliberar por quase 70 horas ao longo de 14 dias. Um jurado foi dispensado no meio do julgamento.

Segundo informações do jornal inglês The Guardian, o jogador francês levou suas mãos à cabeça após ser inocentado, por unanimidade, de seis acusações de estupro e uma de agressão sexual. Ao longo do julgamento, Mendy chegou a ser apresentado ao júri como “predador” que abusava de vítimas “vulneráveis, aterrorizadas e isoladas”.

Em uma declaração emitida por seus advogados após a decisão de Júri, Mendy afirmou estar “encantado” com as absolvições. Ele espera conseguir “limpar seu nome” nas duas acusações restantes “para que possa começar a reconstruir sua vida”, disse o comunicado.

Mendy negou, desde o princípio, as dez acusações feitas contra ele referentes a supostos acontecimentos ocorridos entre outubro de 2018 e agosto de 2021, em sua casa de Prestbury, Cheshire. Antes de ser julgado, o jogador chegou a ter sua prisão preventiva decretada pela Justiça, entre agosto de 2021 e janeiro de 2022

O juiz Steven Everett, que analisa o caso, marcou uma audiência preliminar para tratar das duas acusações restantes sobre o jogador. A sessão está marcada para o dia 27 de janeiro, antes de iniciar o julgamento em junho, que deve durar cerca de três semanas.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE