Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Djokovic bate Medvedev em Adelaide e se torna 4º tenista com mais finais

Djokovic bate Medvedev em Adelaide e se torna 4º tenista com mais finais
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

O sérvio Novak Djokovic não para de bater recordes em sua carreira. Na manhã deste sábado, o número 5 do mundo venceu o russo Daniil Medvedev por 2 sets a 0 (6/3 e 6/4) para garantir vaga na decisão do ATP 250 de Adelaide, na Austrália. Com a vitória, o sérvio chegou à marca de 131 finais na carreira, tornando-se o quarto tenista com mais decisões no circuito da ATP de todos os tempos. Nole deixa para trás o rival Rafael Nadal, que possui 130 finais.

O sérvio fará a decisão de Adelaide contra o americano Sebastian Korda na madrugada deste domingo. Será a primeira vez que os dois se enfrentarão na carreira. Korda garantiu lugar na final após abandono do japonês Yoshihito Nishioka nesta madrugada, quando o americano havia vencido o primeiro set após um longo tie-break.

O sérvio teve um susto ainda no começo da partida por causa de um incômodo no tendão, mas recebeu atendimento médico fora da quadra e revelou não ser nada mais sério. “Ainda bem que não foi nada mais sério. Se fosse, não poderia continuar em quadra, então utilizei o tempo de atendimento para usar anti-inflamatórios e me habituei após alguns games. Eu estava apenas tentando manter meu momento no jogo e não permitir que o Medvedev quebrasse meu serviço. Acho que essa foi a chave, eventualmente eu teria alguma chance”, disse.

Nole chega a quatro vitórias nos últimos cinco jogos contra Medvedev. A última vitória do russo no confronto foi na decisão do US Open, a quarta na carreira diante de Djokovic. O triunfo neste sábado confirma a ótima fase do sérvio em seu retorno após a pandemia. Já são 22 vitórias nos últimos 23 jogos oficiais.

Na manhã deste sábado, os dois ex-números 1 do mundo fizeram um duelo bastante quente e com provocações. Djokovic fez uma das suas melhores atuações em dois sets das últimas temporadas. Ele venceu o primeiro set sem grandes problemas, com uma quebra conquistada logo no terceiro game. O segundo set teve ainda mais equilíbrio, com os dois top-10 do ranking disputando cada bola. A quebra de Nole aconteceu no oitavo game e encaminhou a vitória por 6 a 4.

O ATP 250 de Adelaide, torneio utilizado por grandes estrelas do tênis como preparação para o Aberto da Austrália, ajuda a confirmar ainda mais o domínio de Djokovic no país. Desde 2011, são 76 vitórias e três derrotas do tenista em terras australianas, sendo 33 vitórias consecutivas.

O ATP 250 de Adelaide é o primeiro torneio disputado por Djokovic na Austrália após a deportação sofrida por ele em janeiro de 2022, quando foi impedido de disputar o major australiano por não ter se vacinado. Na ocasião, acabou deportado e banido de entrar no país por três anos, mas a punição foi revogada em dezembro. Como o governo australiano não exige mais comprovante de vacinação, ele pôde desembarcar sem problemas. A nova edição do grand slam oceânico começa no dia 15, com a disputa da fase qualificatória.

WTA 250

Simultaneamente, Adelaide também está sendo palco do WTA 250, que teve as finalistas definidas neste sábado. A belarussa Aryna Sabalenka, número 5 do mundo, venceu a romena Irina-Camelia Begu por 2 sets a 0 (6/3 e 6/2) para se garantir na decisão. A final será contra a checa Linda Noskova, que surpreendeu contra a tunisiana Ons Jabeur, número 2 do mundo. Noskova venceu por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 1/6 e 6/3.

Iga Swiatek desistiu do WTA 500 de Adelaide devido a uma lesão no ombro direito. A polonesa número 1 do mundo poderia ser a adversária da brasileira Bia Haddad Maia nas oitavas de final do torneio. Com a desistência, Bia poderá enfrentar Caroline Garcia (número 4 do mundo) nas oitavas.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE