Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Governador garante que irá manter “ritmo forte” de investimentos para 2023 em Mato Grosso

Governador garante que irá manter “ritmo forte” de investimentos para 2023 em Mato Grosso
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Governador garante que irá manter “ritmo forte” de investimentos para 2023 em Mato Grosso

Mauro Mendes falou à Jovem Pan sobre obras na Infraestrutura, Saúde, Educação e Social

Lucas Rodrigues
| Secom-MT

Governador Mauro Mendes em entrevista para a Jovem Pan – Foto por: Reprodução

Governador Mauro Mendes em entrevista para a Jovem Pan

Em entrevista à Jovem Pan nacional, nesta terça-feira (03.01), o governador Mauro Mendes garantiu que irá manter o “ritmo forte” de investimentos em Mato Grosso neste ano.

De acordo com ele, a previsão é continuar aplicando mais de 15% da Receita Corrente Líquida (RCL) em investimentos. A RCL é a soma daquilo que é arrecadado pelo estado, com exceção dos repasses destinados aos poderes.

“Em 2021 e 2022, fechamos investindo acima de 15% da receita. E isso é muito bom, porque quando você investe, melhora a Infraestrutura, melhora a Educação, a Saúde. Você devolve ao cidadão aquilo que todos nós pagamos de impostos, entregando bons serviços públicos. Temos uma previsão de investir esse ano acima de 15% também”, afirmou.

Entre os principais pilares de investimento, Mauro Mendes citou a construção de seis grandes hospitais, além de recursos para a Educação, Infraestrutura e Social. 

“Vamos manter um ritmo forte para recuperar a qualidade da Educação, continuar investindo em Infraestrutura, com destaque especial para a construção de casas próprias, e tudo isso que eu estou falando nós já temos os recursos garantidos. As obras de Infraestrutura estão acontecendo independente de recursos federais. Hoje conseguimos caminhar com as próprias pernas. Nesses quatro anos, conseguimos asfaltar 2500 km. É um recorde em Mato Grosso e no Brasil”, pontuou.

A estadualização da BR-174 no trecho de Castanheira a Colniza, agora MT-174, e a solução dada para os problemas da BR-163, também foram mencionadas pelo governador como exemplos do avanço da logística em Mato Grosso.

“Chegamos a estadualizar uma rodovia federal, que agora é a MT-174, e já iniciamos o programa de asfaltamento. E a famosa BR-163 de Cuiabá a Sinop, que era uma das concessões do pacote de 2013 e fracassou, com mais de 800 km, não houve solução pelo mercado e o Governo de Mato Grosso está em vias de assumir, o que deve ocorrer ainda em janeiro. Estamos comprando essa concessão federal e vamos aportar mais de R$ 1 bilhão para fazer as ações necessárias para as obras previstas na rodovia, melhorando a logística”, disse.

Para Mauro Mendes, o início das obras da 1ª Ferrovia Estadual – viabilizada pelo Governo do Estado – também é um marco para a logística e o avanço da industrialização em Mato Grosso.

“A chegada da ferrovia vai ajudar não só a melhorar a logística do agro, mas vai ser a ferrovia da indústria, pois nos liga aos grandes centros consumidores do sul e sudeste. Vai ajudar a trazer matéria-prima mais barata e escoar aquilo que poderá ser produzido com essa industrialização das commodities. E essa industrialização já começou. Na indústria de etanol de milho, por exemplo, Mato Grosso já é líder. Isso mostra que o processo de industrialização dos produtos primários vai se manter firme”, concluiu.

C

Fonte: mt.gov.br

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE