Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Iraque sediará Copa do Golfo pela primeira vez desde 1979

Iraque sediará Copa do Golfo pela primeira vez desde 1979
Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Depois de décadas de guerra, invasões e instabilidade, o Iraque vai ser sede da Copa do Golfo pela primeira vez desde 1979. Para os dirigentes do futebol e o governo do país, o sucesso fora do campo será um prêmio maior do que o sucesso dentro dele.

As oito seleções nacionais, todas do oeste da Ásia e divididas em dois grupos de quatro, irão convergir para a cidade portuária de Basra, no sul. Se a 25ª edição do torneio ocorrer sem problemas, isso poderá encorajar a Fifa a permitir que as Eliminatórias da Copa do Mundo voltem a Bagdá, que não recebe uma competição internacional desde antes da invasão liderada pelos Estados Unidos em 2003 devido a preocupações com a situação de segurança na cidade.

Nas últimas duas décadas, apenas dois jogos de Eliminatórias aconteceram no país: contra a Jordânia, em Erbil em 2011, e Hong Kong, em Basra, oito anos depois. Todos os outros jogos competitivos envolvendo a seleção nacional foram disputados em países como Jordânia, Catar e Emirados Árabes Unidos.

Bagdá estava programada para ser sede de uma partida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 contra os Emirados Árabes Unidos, em 24 de março do ano passado, mas após um ataque com míssil em Erbil 11 dias antes do jogo, o local foi transferido para a Arábia Saudita.

Uma Copa do Golfo bem-sucedida pode trazer mudanças significativas. “É um passo à frente para manter a posição normal do Iraque nas áreas de esporte, cultura e sociedade”, disse o governador de Basra, Asaad Al Eidani. “É uma mensagem para o mundo inteiro de que somos capazes.”

O primeiro-ministro do Iraque, Mohamed Shia al-Sudani, enfatizou a importância do evento após uma visita a Basra para revisar as instalações em dezembro, quando pediu aos organizadores que apresentassem o Iraque da melhor maneira possível.

O diretor da Associação de Futebol do Iraque, Haider Aufi, quer que o Iraque se inspire na organização da Copa do Mundo no Catar. “O esporte se tornou uma das atividades mais importantes do mundo, ao divulgar culturas e civilizações por meio da realização de torneios e competições, e é isso que testemunhamos na organização da Copa do Mundo de 2022 pelo Catar.”

Embora o Catar possa ser o modelo como anfitrião do maior torneio de futebol, o Iraque quer evitar seu exemplo em campo. O Catar perdeu os três jogos e se tornou o primeiro anfitrião da Copa do Mundo a não somar um único ponto.

A 25ª edição da Copa do Golfo será realizada de 6 a 19 de janeiro. Dois estádios serão usados, incluindo o novo Estádio Olímpico Al-Minaa com 30 mil lugares. As duas primeiras equipes de cada grupo avançam para as semifinais.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte
Artigo extraído do site Só Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE